Google+ Badge

quarta-feira, 31 de julho de 2013

GRITO DE LIBERDADE!

  A VIOLÊNCIA DOMÉSTICA É CRIME E QUEM PASSA POR ISSO DEVE DENUNCIÁ-LA. ( LIGUE PARA O 180, A LIGAÇÃO É GRATUITA).
  A RELAÇÃO QUE EXISTE NESSES CASOS É BASTANTE COMPLEXA. " MUITAS VEZES, A MULHER É APAIXONADA PELO MARIDO E O CONSIDERA UM HOMEM  UM HOMEM HONESTO, BOM TRABALHADOR, BOM PAI... ELA TENTA COMPENSAR AS AGRESSÕES QUE SOFRE COM ESSAS" QUALIDADES ", DIZ CARLOS EDUARDO ZUMA, PSICÓLOGO ESPECIALIZADO EM TERAPIA DE FAMÍLIA E SECRETÁRIO EXECUTIVO DA ONG INSTITUTO NOOS (RJ), QUE PROMOVE A SAÚDE DAS RELAÇÕES FAMILIARES. TEM MAIS: A MAIORIA DAS MULHERES ACREDITA NO ARREPENDIMENTO DO COMPANHEIRO QUANDO ELE PEDE DESCULPAS E DIZ QUE NÃO IRÁ MAIS AGREDI-LA. MAS ISSO RARAMENTE ACONTECE. AI ESTÁ A PRIMEIRA GRANDE MUDANÇA: É PRECISO ASSUMIR QUE O PROBLEMA EXISTE E ENFRENTÁ-LO. PORÉM, COMO CRIAR CORAGEM E FAZER ISSO? " REGRA NÚMERO 1: A VÍTIMA NÃO DEVE GUARDAR PARA SI O FARDO QUE ESTÁ SENDO SEU RELACIONAMENTO", RECOMENDA CARLOS CONSCIENTE DAS SURRAS E BRIGAS NÃO PODEM CONTINUAR, CHEGOU A HORA DE ACABAR, CHEGOU A HORA A HORA DE ACABAR COM OS SEGREDOS." TODA CONVERSA É BEM VIDA. É IMPORTANTE ELA SE ABRIR COM ALGUÉM DE CONFIANÇA, SEJA UMA AMIGA, SEJA ALGUM FAMILIAR. ASSIM TERÁ APOIO E AJUDA NECESSÁRIOS PARA VIRAR O JOGO E SENTIR QUE É CAPAZ DE CONTROLAR A PRÓPRIA VIDA".  ED. ABRIL

Nenhum comentário:

Postar um comentário